Opositores dizem que Bolsonaro fez discurso golpista na convenção

Opositores dizem que Bolsonaro fez discurso golpista na convenção

Opositores de Jair Bolsonaro (PL) ouvidos pelo Poder360 classificaram como golpista o discurso proferido pelo presidente da República neste domingo (24.jul.2022). Bolsonaro falou na convenção do PL, no Rio de Janeiro, que o confirmou como candidato a reeleição. Entre outras falas, o presidente convocou seus apoiadores para uma nova manifestação em 7 de Setembro. Ato comandado por Bolsonaro nesta efeméride no ano passado foi o pico de tensão política de 2021.

No discurso deste domingo ele também se referiu a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) como “surdos de capa preta”. Os principais desafetos de Bolsonaro na Corte são Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso e Edson Fachin.

“Ofendeu o povo e os surdos”, disse a presidente do PT, Gleisi Hoffmann. “E não falou nada da vida do povo”, declarou ela.

“O país passando dificuldades e ele querendo se agarrar a cadeira de presidente fazendo ameaças. As instituições, principalmente o Supremo, devem dar resposta dura a essa postura”, declarou a presidente do PT.

“Será o último 7 de Setembro que ele estará na condição de o pior presidente da história da República”, afirmou o líder do PT na Câmara, Reginaldo Lopes (MG). No próximo, disse ele, o presidente será Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“O que o Bolsonaro fez hoje no Maracananzinho, mais uma vez, foi um discurso golpista”, afirmou Guilherme Boulos (Psol).

“Ele diz isso porque sabe que vai ser preso. O Bolsonaro está no modo desespero”, declarou Boulos. Segundo ele, essa deve ser a tônica do presidente até a eleição.

“O medo dele não é só de perder a eleição. É depois de perder a eleição não poder mais fazer sigilo de 100 anos, indicar procurador-geral da República, delegado da PF no Rio de Janeiro”, disse Boulos.

“Ele segue a linha de insuflar os seus apoiadores com um discurso antissistema, com um discurso de viés golpista que tem toda conexão com os questionamentos que fazem a respeito do sistema eleitoral”, declarou o líder do PSB na Câmara, Bira do Pindaré (MA).

“É um discurso muito semelhante ao do presidente americano Donald Trump. Na minha avaliação a gente tem que estar preparado porque a versão tupiniquim do Capitólio está vindo aí”, disse o deputado.

Ele se refere à invasão da sede do Legislativo dos Estados Unidos em 2021. Apoiadores de Donald Trump tentaram impedir que a derrota para Joe Biden fosse certificada.

“Desespero de perdedor. Sabe que não tem voto para ganhar as eleições e fica com bravatas golpistas”, disse o líder da Oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

As críticas a Jair Bolsonaro não vieram só da esquerda. “Mais uma vez, Bolsonaro insufla sua militância com discurso golpista”, disse o deputado Kim Kataguiri (União-SP).

“O risco de ruptura institucional não está sendo levado a sério pelo Congresso, Judiciário e Ministério Público. Espero que quando a ficha cair não seja tarde demais”, declarou ele.

A última pesquisa PoderData, divulgada em 20 de julho de 2022, mostra Lula na liderança com 43% das intenções de voto para o 1º turno. Bolsonaro, tem 37%. A simulação de 2º turno aponta Lula com 51% e Bolsonaro estacionado com 38%.

FONTE: PODER360